PUBLICIDADE
Topo

Conheça os novos SUVs que prometem movimentar o mercado nos próximos meses

Jorge Moraes

16/12/2019 18h36

Durante o lançamento da nova versão do Equinox com motor 1.5 turbo, o presidente da GM na América do Sul, Carlos Zarlenga, afirmou que 2020 será o ano dos SUVs para a Chevrolet do Brasil. Mas essa estratégia parece ser compartilhada pela maioria das montadoras que atuam no nosso mercado. Praticamente todas as marcas prometem lançamentos no segmento dos utilitários para o ano que está prestes a começar.

A própria Chevrolet iniciará 2020 com a chegada do Equinox com motor menor em janeiro e, no mês seguinte, lançará o novo Tracker, completamente reformulado no visual e com opções de motorização turbinada 1.0 e 1.2. Ainda para o ano é esperada a chegada da nova Blazer com o visual ousado que já foi apresentada na China e nos Estados Unidos.

Nivus será apresentado no início de 2020

A Volkswagen é outra que promete grandes voos no segmento mais disputado do mercado automotivo nacional. No primeiro trimestre chega o Nivus, um crossover no estilo SUV/Cupê urbano baseado no Polo. O modelo ficará abaixo do T-Cross nas versões de entrada com motor aspirado, mas dividirá muito a atenção dos consumidores da Volks neste segmento dos compactos. Na segunda metade do ano deve chegar o Tarek (no Brasil terá outro nome) para rivalizar diretamente com o Compass. Ele terá 5 lugares e ficará entre o T-Cross e Tiguan com motor 1.4 TSI.

Volkswagen Tarek

Na FCA – líder de vendas entre os SUVs no Brasil – a promessa é de novidades também. No braço norte-americano com a Jeep, o SUV médio mais vendido do país receberá motor 1.3 turbo de 180 cv. Na fila está o Renegade, que ganhará uma versão menos potente (150 cv) do mesmo motor turbinado. E se a Volks está trazendo um SUV de cinco lugares para rivalizar com o Compass, a Jeep prepara o lançamento de um novo utilitário de 7 assentos para disputar essa importante faixa do mercado com o Tiguan. A novidade deverá ser a estrela da Jeep no Salão do Automóvel de São Paulo, no final do ano (12 a 22 de novembro).

Fiat Fastback apresentado como conceito no Salão do Automóvel de 2018

Já no braço italiano, a Fiat fará o lançamento do Fastback, SUV de porte médio/compacto de estilo cupê que também será puxado pelo motor 1.3 turbo da FCA, mas não sabemos qual a potência escolhida para o modelo. Ele deve ser apresentado também durante o Salão do Automóvel de São Paulo, mas não estranhe se a Fiat adiantar o lançamento para o início do segundo semestre.

Ford Territory

A Ford anunciou que fará oito lançamentos em 2020 e, pelo menos, dois SUVs devem estar nessa lista. O primeiro já sabemos que é o Territory, o anti-Compass da Ford que apostará na tecnologia a bordo para tirar clientes do SUV da Jeep. Mais para o final do ano, possivelmente no Salão do Automóvel, a Ford apresentará o Escape, que só deve chegar às lojas em 2021. Será importado do México ou Argentina e ficará um patamar acima do Territory, oferecendo mais luxo e até mesmo uma opção com motorização híbrida.

Ford Escape

As marcas francesas não vão ficar só olhando a chegada de novos utilitários. A Renault, que já tem o Captur e Duster no mercado, pode entrar na onda dos SUVs cupês e trazer o estiloso Arkana, que tem porte médio de olho também nos clientes de Compass e Tiguan. O modelo não está confirmado para o Brasil, mas caberia bem no mercado atual.

Renault Arkana

Já a Peugeot deve mostrar no Salão do Automóvel a linha 2021 do SUV 2008, que já roda na Europa. O visual foi completamente renovado com a identidade atual da montadora, que podemos conferir no compacto 208. Como o nosso 2008 passou por uma pequena maquiagem para a linha 2020, a nova geração só deve chegar às lojas no início de 2021.

Novo Peugeot 2008

A Citroën trará no ano que vem o belo C5 Aircross que já é vendido na Europa e ganhou recentemente uma versão híbrida plug-in. Por aqui, o SUV médio deve chegar somente a combustão no primeiro momento com motor 1.6 turbo.

Citroen C5 Aircross

As chinesas também prometem grande investimento no segmento dos utilitários. A CAOA Chery trará em maio o luxuoso Tiggo 8, que terá, entre outras tecnologias, o reconhecimento facial do motorista. Já os Tiggo 5X e Tiggo 7 passarão por facelift e serão apresentados no Salão do Automóvel de São Paulo. A JAC vai apostar mais nos elétricos, com a chegada dos iEV40 e iEV60.

Tiggo 8 da CAOA Chery

Os japoneses da Toyota preparam um SUV compacto que promete sacudir o segmento. O modelo só será vendido por aqui em 2021, mas já deve aparecer no Salão do Automóvel no final de 2020. O Toyota Raize (como deverá ser chamado) terá porte de Ecosport e usará motor 1.5 flex de 107 cv que hoje puxa o Yaris e Etios.

Toyota Raize

Na Honda a expectativa é pela chegada do CR-V híbrido, já lançado nos Estados Unidos. O modelo iria rivalizar com o RAV4, da Toyota, que está vendendo bem com a motorização híbrida. A Mitsubishi trará a reestilização da Pajero Sport, corrigindo o visual polêmico da traseira. No Salão do Automóvel o novo ASX deverá ser a estrela da montadora.

Novo Audi Q3

Entre as marcas do segmento premium, destaque para os novos Mercedes GLA e o Audi Q3. O segundo chega no início do ano, ainda importado, e com preço partindo de R$ 180 mil com motor 1.4 TFSI. Já o Mercedes chega na metade do ano com novo estilo e motor 1.3 turbo de 163 cv.

Novo Mercedes GLA

* Colaboração de Bruno Vasconcelos para o blog

Sobre o Autor

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.