PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus cancela o Salão de Nova York. Evento foi remanejado para agosto

Jorge Moraes

11/03/2020 09h56

O coronavíus está virando a economia de cabeça para baixo e acaba de fazer mais uma vítima no setor automotivo global. Os organizadores do Salão do automóvel de Nova York 2020 anunciaram o adiamento do evento previsto de 10 a 19 de abril por causa da preocupação com a saúde dos expositores e do público decorrentes da disseminação do coronavírus na região.

O salão foi remarcado de 28 de agosto a 6 de setembro e os dias da imprensa serão 26 e 27. A direção do evento divulgou nota dizendo que está dando esse passo para proteger os participantes, expositores e todos os envolvidos contra o coronavírus.

As palavras são de Mark Schienberg, presidente da Associação de Revendedores de Automóveis da Grande Nova York, organização que é proprietária e opera a mostra anual que tem 120 anos.

O Ny autoshow movimenta US$ 330 milhões em benefícios econômicos para a região e leva uma legião de brasileiros que visitam a cidade no período para conhecer a mostra.

A decisão teve o apoio do governador do Estado de Nova York, Andrew M. Cuomo, e do Centro de Convenções Jacob K. Javits, por acomodar a nova data.

Sobre o Autor

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.