PUBLICIDADE
Topo

Tiggo 8 e Arrizo 6 estão prontos para entrar em produção na volta da planta

Jorge Moraes

03/04/2020 04h00

A CAOA Chery prepara a linha de produção para os novos Arrizo 6 e Tiggo 8. O sedã vem primeiro e estava anteriormente previsto para o final de maio, mas devido aos fatores provocados pela pandemia da Covid-19 recebeu o cartão de prorrogação para o mês seguinte. O esperado Tiggo 8, que será montado em Anápolis, já tem prazo para chegar às lojas entre o fim de julho e o começo de agosto. A estratégia está sendo ajustada dia a dia pelo presidente da montadora, Márcio Alfonso.

O fabricante aguarda a volta à normalidade para dar sequência aos seus dois lançamentos, mas enquanto isso não acontece, o Tiggo 5X de motor 1.5 turbo e caixa de seis marchas, que recentemente passou por um facelift, celebra o crescimento de participação no segmento com número levemente superior a 3 mil unidades de janeiro a março. No ano passado, foram vendidos pouco mais de 7.500 Tiggo 5X.

O que chamou a atenção no desempenho do 5X foi o mês passado com 1.192, crescimento de 15% com relação ao mês anterior com o mercado praticamente congelando nos últimos dias do mês. A CAOA Chery, na semana passada, lançou um programa de delivery para as vendas online mas não atribui o sucesso do produto à ação e diz que o resultado do fechamento do trimestre era meta da empresa.

O Arrizo 6, de 4,71 metros de comprimento, vem para cruzar o caminho de Corolla e Civic. Missão difícil mas a montadora vai apostar na entrega do luxo, na garantia de cinco anos e no propulsor 1.5 do Arrizo 5, atualizado no modelo 2021, o novo sedã também terá câmbio de nove marchas e será feito na planta de Jacareí de onde também sai o Tiggo 2.

Mas a principal aposta do ano, o utilitário Tiggo 8, de sete lugares, será o primeiro veículo nacional com identificação facial a bordo, inteligência artificial que reconhece o condutor e oferece comandos para memorizar as funções do SUV.

A engenharia está em fase final de acerto da tropicalização do novo Tiggo e promete luxo para os sete passageiros no concorrente segmento e faixa de preço onde está o Volkswagen Tiguan (antes dos R$ 200 mil). O Lion, nome do sistema e da interface, também é inédito entre os veículos comercializados no Brasil. o SUV também terá assistência de condução autônoma e piloto automático adaptativo.

O motor 1.6 turbo de injeção direta não será flex na primeira fase e pode entregar algo próximo dos 200 cavalos de potência. O chairman do grupo, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, já declarou que vai transformar a CAOA Chery em uma marca internacional forte. "Seremos rápidos. Vamos ver isso até 2023. Temos a receita e a médio prazo perseguiremos isso".

Em tempo, o diretor de engenharia do grupo, Léo Lukacs, disse que vai provar que a terceira fileira é espaço de verdade para os ocupantes. O foco no carro família com estilo jovem é a proposta do Tiggo 8. No pacote visual, faróis e lanternas full LED. Mecanicamente, câmbio de sete marchas com embreagem dupla banhada a óleo. "Teremos um carro dinâmico com respostas eficientes para surpreender o público que está se surpreendendo com a CAOA Chery.

Sobre o Autor

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.